COMPARTILHAR

Por que AN? 

Se você é tutor de um animal, provavelmente já deve ter se deparado com os termos: “AN” e “Alimentação Natural”, ou conhece alguém que oferece comida de verdade para o pet.

Já bateu aquela vontade de iniciar, mas falta coragem? Não sabe por onde começar? Queremos, através desse post, acabar com mitos e mostrar os benefícios deste estilo de vida.

Acredite, é um estilo de vida que tutores, profissionais e pets compartilham!

Bem-vindo ao mundo da Alimentação Natural Caseira

Antes de começarmos, é importante saber que a dieta deve ser prescrita por um profissional competente, um veterinário ou zootecnia especialista em nutrição, pois cada animal é único com necessidades próprias e estilos de vida diferentes.

A dieta é prescrita conforme porte, idade, saúde, onde por exemplo, cães renais tem dietas próprias assim como os cardíacos e apenas os profissionais responsáveis estão habilitados para prescrever.

alimentação natural

Em países como EUA e Australia, a AN tem sido fonte de estudo e pesquisa há décadas, como demonstra o “Fromm Family Foods – EUA”. No Brasil, o tema tem se crescido nos últimos dez anos.

Vale a observação de que cães e gatos são carnívoros e devemos respeitar sua natureza e consequentemente sua alimentação, ficando claro que AN não é a comida que você come.

Lembremos que, nossa dieta carrega temperos e condimentos como cebola, que é totalmente tóxica para os peludos e o alho que deve ser ministrado em quantidades seguras, prescrita pelos profissionais da alimentação e saúde, portanto, mantenha-os longe da sua comida.

Os benefícios da alimentação natural são fascinantes, começando pela dieta prescrita de acordo com o peso ideal. Animais que fazem uso da AN não engordam e os gordinhos emagrecem, melhorando a saúde e a cinturinha.

O tutor é o responsável pela alimentação, compra do alimento, manipulação e preparo, possibilitando a variação do cardápio, cor, sabor e textura nas tigelinhas

alimentação natural

O alimento caseiro conta com alta plasticidade e há muita água, logo o xixi do seu amigo será bem clarinho e o consumo de água diminuirá. Não se preocupe!

É nítido para todos que começam esse tipo de alimentação como a pelagem muda, o cheiro do animal, o hálito, os dentes e até as fezes que se apresentam secas, consistentes e acreditem, sem odor.

Pontos que você deve observar antes de iniciar a AN:

  • Espaço na geladeira, no freezer, panelas e uma balança de cozinha, serão seus melhores amigos para preparar a AN semanal, quinzenal ou mensalmente;
  • Acompanhamento regular no médico veterinário nutricionista. Em média, a cada seis meses, para rotina de exames e reajustes necessários da dieta;
  • A transição do alimento seco para a AN deve ser acompanhada pelo profissional, gradativamente e inserida aos poucos, mesmo que seu pet faça de tudo para ganhar mais comida. Geralmente, a transição leva de 7 a 10 dias, seja paciente: as fezes podem ficar amolecidas e aparecer algumas feridinhas na pele. Lembre de relatar as ocorrências para o veterinário;
  • Respeito nos horários de alimentação deles. Se você esquecer a hora de servir a comida, seu pet irá te lembrar;
  • Por fim, saiba que a AN é muito mais barata do que o alimento do mercado, mais saudável, proporcionando mais saúde. 

O seu pet agradece!

Ainda se sente inseguro? A Cãolinária conta com serviço de cardápio que, baseada na dieta prescrita, irá te ajudar nessa missão, acesse e saiba mais: caolinaria.com.br